TOTAL DE VISUALIZAÇÕES

domingo, 10 de julho de 2016

CANADA E ALASKA DE MOTO - 12



THUNDER BAY - KENORA


10 julho 2016


Ontem, depois de uma puxada de 480 Km e após ver a previsão da meteorologia para hoje (nada boas), dormi cedo na esperança de acordar cheio de gas para enfrentar o que se previa pela frente: chuva e o tal de "thunderstorm" na parte da tarde.

No melhor do sono, às 2 da matina acordei com um berreiro desgraçado. Corri na janela para ver se a Helô estava metida na confusão. Não, nem precisava, uma baixinha gordinha plantou a mão nas fuças de um bêbado que já estava mesmo doido pra cair. A partir dai ninguém mais se entendia nem eu dormia. Isso durou mais de meia hora, até que vi um carro com aquelas luzes piscando em cima vindo na direção da lambança. Polícia, pensei. Não um taxi e pelo que notei o cara trabalha para o inferninho onde se deu o "arranca-rabo". Jogaram o pé-de-cana no banco de trás e, o mais interessante, a baixinha foi junto. Não sei se para terminar o serviço ou se era a proprietário do desinfeliz. 
Coisas dos hotéis "baixa-renda" que frequento.

3 e meia da manhã e acho que o sono também foi naquele taxi para ver o final do espetáculo. 6.30 pulei fora, banho, barba, tralha jogada de qualquer forma e vamos começar a trabalhar cedo para fugir da chuva.
Enchi o tanque da Helô, um capuccino, daqueles sem-vergonha de máquina em copo de isopor, um donuts (bleargh) e vamo que vamo.

Dessa vez a estrada começou com muitas e longas retas. Dava um sono desgraçado em motociclistas normais mas não em mim, não hoje. Eu fazia mais contas do que o Guido Mantega, o dia de hoje esta garantido mas o de amanhã só Deus sabe. O banco daqui bloqueou meu cartão de débito, o cartão de crédito está estourando o limite e tenho muito pouco em efectivo (nunca deixei isso acontecer mas sempre há uma primeira vez) .... Talvez dê para segurar dois dias. Mas essa é outra história....




Como eu ia dizendo,a estrada apesar de ótimo asfalto e bem sinalizada era monótona, as distancias entre as cidades aumentaram bastante. O risco de ficar sem gasolina existe e o trafego é, majoritariamente, de caminhões, moto-homes e motocicletas.


Por outro lado, uma surprêsa. Ontem reclamei bastante da falta de locais para estacionar perto de pontos especialmente atraentes. 
Hoje mordi a língua, encontrei uns 3 ou 4 desses locais melhor ainda do que sugeri: um mini-parque, todo arborizado, com mesas e bancos para pique-niques, banheiros e sempre ao lado de um lago ou à beira de um rio.












Se ontem agradeci à meteorologia o acerto na previsão de um belo dia, hoje agradeci pelo engano : sem chuva de Thunder Bay a Kenora.

Hoje foram 490 Km, nada mal para um velho motoqueiro.

Amanhã, bem, amanhã vai ser foda (perdoem-me o termo chulo). Vou reunir o departamento financeiro e analisar as alternativas que se nos apresentam (linda essa construção) : ou vendemos a Helô ou cozinhamos a bota de tio Hélio, como naquele filme de Carlitos. Foi cogitada a hipótese de um trabalho temporário como velho de aluguel mas, muito honrado pela lembrança, declinei da proposta.

Até manhã gente....e um abraço no amigo Johnnyboy Phd
Postar um comentário