TOTAL DE VISUALIZAÇÕES

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

A MARCHA PARA O OESTE - Rapid City - Grand Island

Rapid City (SD) - Grand Island (NE)   24 de agosto de 2013

DEPOIS DIZEM QUE EU INVENTO CONFUSÃO !

 Sai cedinho de Rapid City para aproveitar a temperatura mais baixa e fazer a viagem render. Rodei 135 milhas direto numa estrada que é uma reta só passando por fazendas e voce não via uma única edificação. Com a gasolina pelas beiras cheguei em um lugarejo chamado Murdo (SD). Abastecí a Helö até o "talo" e já estava pronto para continuar a viagem (eram 9:30 h...) quando vejo esse mostrengo parado do outro lado e mais atrás do posto:
 

 Voltei, atravessei a pista e ví uma loja de antiguidades, com um restaurante ao lado e entrei para perguntar se podia tirar foto do "galipão", aí tenho outra surpresa, vejam só o balcão da loja:
 
 
O dono me atendeu com a maior simpatia e pelo meu sotaque achou que eu era russo, (estou quase concordando só para dar declarações sentando o cacete no Lenine ). Quando falei que era brasileiro ele falou que tinha um pequeno museu com quase 300 carros, umas tantas motos e outras coisinhas mais. Para mim eu tinha entendido errado pois não via espaço nem para 30 carros, de qualquer forma morri em 5 obamas para entrar no "museu". Sabe como é, né: falou em carro eu já esqueço da vida... Meus amigos, o cara tem mais de 300 carros sim e alguns verdadeiras raridades além de umas loucuras inimagináveis. Resultado, investí 2 horas da minha vida admirando e curtindo veículos que me remetiam a um passado maravilhoso de ser lembrado. Com exceção daquela Plimouth taxi do meu pai que eu tinha que tirar e colocar o carter todo sábado. Mas vamos ao que interessa: os carros. Alguns Clássicos de nascença outros pela destinação, como é o caso do General Lee. Já o Chevy 1957 é um dos mais lindos de todos os tempos. O Packard por ser um dos últimos modelos fabricados. O Lincoln Continental Mark III 1958 (última foto) é um dos mais desejados carros pelos colecionadores. Este modelo novo custava 6.223 dólares. Com esse dinheiro voce podia comprar 2 Impalas conversíveis novos e ainda sobrava 541 dólares para a gasolina.
 
 
 
 

 

SONHO DOS COLECIONADORES: Cord 1937 com compressor. Este carro chegou a mais de 110 milhas em seu teste inicial. Esse modelo foi de um dos diretores da Cord e está rigorosamente original, chegando facilmente a 100 milhas quando faz sua apresentação em eventos. O glorioso Tom Mix morreu pilotando um deles no Arizona. O cara estava acostumado com cavalo e se deu mal.

 
 
 
 
OUTRAS RARIDADES QUE VOAV AM BAIXO.
O primeiro é um Pontiac Judge 1970 dos quais foram fabricados apenas 370. O Segundo é um Shelby Mustang GT 500 com motor 428 Cobra Jet e foram produzidos 1.046 unidades seu preço novo era de 4.317,00 dólares em 1968. O terceiro foi o primeiro Pontiac GTO fabricado em 1964, com 330 HP a um preço de 3.081 dólares. 
 
 
 
 
 A cidade é mínima e desconfio que os galpões, onde estão os carros, ocupam mais de 50% de sua área. Engraçado é que os galpões estão de costas para a rua ficando voltados para uma espécie de alameda nos fundos da loja do cara. Por isso não levei fé quando ele falou em trezentos carros.
 
 
 
 

MAIS UM ESTADO PARA ENTRAR NO LIVRO DE BORDO, agora o Nebraska. Estou cortando o Nebraska numa perpendicular de norte a sudoeste. Amanhã pretendo invadir o Kansas. Essa parada de 2 horas no museu em Murdo levou-me a pilotar debaixo do maior sol. Encontrei um casal numa Trike Honda e o coroa me deu uma espécie de colar que é mantido no gelo e na hora de sair coloca no pescoço. Gostei, ajuda bastante. Outra coisa foram os... trens, como a linha férrea corria paralela à estrada e toda hora passava um trem cargueiro, lembrei-me de uma outra viagem e comecei a acenar que nem um louco quando via a locomotiva. Para minha surpresa e alegria, todos (TODOS) os maquinistas respondiam apitando. Hoje foi fogo, 440 milhas sendo 270 debaixo da maior canícula. Amanhã seja o que Deus quiser. Boa noite moçada.
 
 


 


Postar um comentário